Os cerca de 200 índios que ocupavam a sede da Fundação Nacional do Índio (Funai) na cidade de Paulo Afonso, no norte da Bahia, deixaram o prédio nesta quarta-feira (11), após uma reunião com a coordenadoria do órgão.

A informação foi passada pelo novo coordenador regional, Ivo Augusto Oliveira, que assumiu o cargo interinamente após a saída do antigo coordenador, Edson Oliveira Maciel. Os indígenas, que pertencem a 12 etnias diferentes da Bahia e do Pernambuco, ocupavam o prédio desde o dia 2 de outubro.

De acordo com Ivo Augusto, os índios só deixaram o prédio porque a exoneração do antigo coordenador foi oficializada durante a reunião ocorrida nesta quarta. Esta era a principal pauta dos manifestantes.

Na terça (10), os índios protestaram contra a nomeação de Edson Oliveira Maciel para o cargo de coordenador regional. Por conta do ato, Edson renunciou ao cargo e ficou de oficializar a decisão.

“O coordenador que estava em exercício assinou a exoneração. Diante disso, os índios entenderam que era momento de voltar para casa. Não teve nenhum tipo de violência ou constrangimento. Na saída, os índios deixaram tudo limpo, organizado”, contou Ivo Augusto.

Além da saída do antigo coordenador, os índios pedem também a visita do presidente da Funai para conhecer as comunidades da região. Conforme o coordenador interino, durante a reunião, também ficou definido que a visita será agendada.