Blowjob

Operação da PF na Caixa apura irregularidades em contratos na área de TI

Operação da PF na Caixa apura irregularidades em contratos na área de TI

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil

A operação Backbone, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta terça-feira (14) para apurar desvios na Caixa Econômica Federal, investiga irregularidades em contratos firmados com a área de Tecnologia da Informação da empresa. A PF aponta que uma organização criminosa formada por empregados da CEF, empresários da área de TI e uma empresa de consultoria de um ex-funcionário do banco desviou quase R$ 400 milhões. Segundo a Polícia Federal, os empresários de TI repassavam dinheiro à empresa de consultoria por meio de contratos de prestação de serviço a princípio inexistentes. Parte do valor era repassado aos integrantes da organização criminosa. Em troca, as empresas de TI eram favorecidas em contratos com a Caixa. As investigações apontam que empregados da CEF, juntamente com o sócio administrador da empresa de consultoria, receberam vantagens indevidas repassadas por empresas de TI com a finalidade de cometer irregularidades na formalização e fiscalização dos contratos dessas empresas com a CEF. Os contratos sob investigação totalizam um valor aproximado de R$ 385 milhões. Na área da informática, Backbone faz referência à espinha dorsal de um sistema de rede de computadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

To use BrandCaptcha you must get an API Key