Juíza Fabiana Pellegrino será premiada pelo TJ-BA por vara mais produtiva

Juíza Fabiana Pellegrino será premiada pelo TJ-BA por vara mais produtiva

Foto: Divulgação

O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), seguindo as recomendações da Resolução 194, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Resolução 219, que visa elevar a qualidade da prestação jurisdicional, através do Decreto Judiciário 769/2017, instituiu o programa permanente de premiação a magistrados e servidores lotados nas unidades mais produtivas, denominando-o Justiça em Números. Para tanto, foram utilizados os selos diamante, ouro, prata e bronze, concedidos conforme a taxa de congestionamento apurada no periodo de um ano. A 2ª Vara do Sistema de Juizados da Capital, conduzida pela juíza Fabiana Andrea de Almeida Pellegrino, foi contemplada com o melhor resultado do estado, apresentando somente 2% de taxa de congestionamento, conforme publicado no Diário da Justiça, da última terça-feira (9). Segundo a magistrada, “essa premiação é um grande estímulo para os servidores do Poder Judiciário da Bahia e descortina para a sociedade o empenho do Tribunal de Justiça em desenvolver uma atividade cada vez mais qualificada”. Ainda segundo a juíza, “no que tange a nossa unidade judiciária, essa premiação é fruto de uma gestão de pessoas eficientes, que valoriza o capital humano e considera estratégias de trabalho que buscam o atendimento célere da sociedade”. A juíza foi promotora de Justiça, possui 18 anos de magistratura, dirigiu a Escola Judiciária Eleitoral da Bahia de 2015 a 2017, integrou a comissão especial da Enfam voltada à definição de estratégias para o melhoramento do Sistema de Juizados Especiais no Brasil, é mentora do Juizado de Apoio ao Superendividado, em funcionamento na Unijorge e autora do livro “A tutela jurídica do superendividamento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *