Morre filho de Fidel Castro; imprensa estatal trata como suicídio por depressão

Morre filho de Fidel Castro; imprensa estatal trata como suicídio por depressão

Foto: Reprodução / TV Globo

Morreu nesta quinta-feira (1º) Fidel Castro Díaz-Balart, filho mais velho do ex-presidente cubano Fidel Castro Ruz. A imprensa estatal cubana trata o caso como sendo suicídio, já que “Fidelito” estava em “depressão profunda” há alguns meses. “Como parte de seu tratamento, ele inicialmente exigiu um regime de hospitalização e depois continuou com o acompanhamento ambulatorial durante sua reincorporação social”, diz o comunicado do jornal Granma. Os funerais serão organizados “por decisão familiar”. As últimas vezes que “Fidelito” foi visto em público foram no funeral de seu pai e na posse do prêmio Nobel de Química, o americano Peter Agre, como membro da Academia de Ciências de Cuba, em agosto passado. O filho mais velho de Fidel Castro foi casado com a russa Natasha Smirnova, com quem teve três filhos, Mirta María, Fidel Antonio e José Raúl. Depois do divórcio, se casou com a cubana María Victoria Barreiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

To use BrandCaptcha you must get an API Key