Prefeito de Não-Me-Toque é investigado por denúncias de assédio sexual

Prefeito de Não-Me-Toque é investigado por denúncias de assédio sexual

Foto: Reprodução / A Folha do Sul

O prefeito da cidade gaúcha de Não-Me-Toque, Armando Carlos Roos (PP), é investigado pela Polícia Civil por denúncias de assédio sexual feitas por duas servidoras do município. De acordo com informações do jornal Zero Hora, elas relataram que eram ameaçadas de sofrer um rebaixamento de cargo caso não aceitassem pedidos de cunho sexual. O primeiro caso teria ocorrido ainda em 2017, enquanto o segundo veio à tona apenas na última semana. As duas vítimas conseguiram mandados de proteção por meio da Lei Maria da Penha. Uma delas disse que vinha sendo ameaçada por um perfil não identificado no Facebook, citando inclusive o caso da vereadora Marielle Franco, morta a tiros no Rio de Janeiro no último mês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *